Concurso de Curtas-metragens – Projeto LIFE INVASAQUA

A Associação Portuguesa de Educação Ambiental (ASPEA) está a organizar, no âmbito do projecto Life Invasaqua, a segunda edição do Concurso de Curtas-metragens subordinada ao tema Espécies Exóticas Invasoras de água doce e sistemas estuarinos: Sensibilização e Prevenção. O concurso tem como objectivo a criação de curtas-metragens ao nível de instituições de ensino que queiram participar através de grupos de alunos. A entrega das películas pode ser feita até ao dia 15 de Março. Os termos e condições gerais e específicas estão expressas no regulamento que pode consultar aqui.

Campanha Lugar ao Sol

 

 

PACK/TALONÁRIO – Oferta de 2 Noites

– Pack 7+2 noites grátis de alojamento, 2 pessoas, por apenas 34,00€ pouco mais 3€/noite em dezenas de hotéis em Portugal e Espanha
– Pack 9+2 noites grátis de alojamento, 2 pessoas, por apenas 39,00€ pouco mais 3€/noite em dezenas de hotéis em Portugal e Espanha

Para mais informações aceda ao site aqui.

32ª Campanha Coastwatch 2021 – 2022

O Grupo de Estudos de Ordenamento do Território e Ambiente (GEOTA) está a promover a 32ª Campanha Coastwatch 2021 – 2022 subordinada ao tema “Emergência Oceano”. Esta campanha pretende alertar e sensibilizar para os problemas que os oceanos enfrentam, nomeadamente o aquecimento das águas, a acidificação, a sobre-exploração de recursos, a aquacultura não sustentável e a poluição por contaminação, de resíduos e sonora. Também a contaminação genética e das espécies invasoras, que conduz à destruição de habitats, a perda de biodiversidade e de recursos marinhos.
Pretende-se que seja percorrida a pé uma zona costeira portuguesa, individualmente ou em grupo (amigos, família, escola, empresa, associações), fora da época balnear e, com os materiais do projecto, observar e registar informações ambientais. Sempre que possível recolher o lixo.

Para mais informações aceda ao site aqui.

CFObio – Novos cursos

O Centro de Formação da Ordem dos Biólogos (CFObio) está a organizar três cursos para dos grupos 230, 520 e 560 a contar para os artigos 8º e 9º do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores. A começar no dia 17 de Fevereiro o curso Bioética no Ensino (este curso também está creditado para o grupo 410) com o formador Luís Vicente; no dia 19 de Março o curso Biodiversidade entre Marés – praias rochosas com a formadora Clarisse Ferreira e no dia 9 de Abril o curso Algas à mesa: importância ecológica e económica com o formador Leonel Pereira.

Para mais informações aceda ao site do CFObio aqui.

Prémios Maratona da Saúde 2022 – Investigação em Doenças Infecciosas

Estão abertas as candidaturas à 9ª edição dos Prémios Maratona da Saúde 2022 que este ano tem como tema as doenças infeciosas. Tal como nas edições anteriores, estes prémios visam promover a investigação científica portuguesa em diferentes áreas da biomedicina. Serão atribuídos dois prémios de 20 mil euros para as categorias de investigador júnior e sénior. As candidaturas decorrem até ao dia 17 de Janeiro de 2022.

Para mais informações aceda ao site aqui.

Curso Teórico-Prático de Necrópsia em Aves Selvagens

O Centro de Recuperação e Investigação de Animais Selvagens Ria Formosa (RIAS) vai organizar nos dias 19 e 20 de Fevereiro o Curso Teórico-prático de Necrópsia em Aves Selvagens. O evento terá lugar nas instalações do RIAS na Quinta de Marim, em Olhão e destina-se a estudantes e profissionais das áreas da Medicina Veterinária, Biologia e outras Ciências Ambientais.

Para mais informações aceda ao site aqui.

Cursos Avançados cE3c com datas limite de candidaturas prolongadas

Foram alargadas as datas limites de candidatura de dois cursos avançados cE3c:

“Soil ecology and ecosystem service” nova data limite de candidaturas 7 de Janeiro de 2022. Este curso terá lugar entre 24 e 28 de Janeiro de 2022, .em formato remoto (ONLINE).

“Until death do us apart: living in a symbiotic world” nova data limite de candidaturas 15 de Janeiro de 2022. Este curso terá lugar entre 7 e 11 de Fevereiro de 2022, em formato remoto (ONLINE), tendo 20h de contacto (versão curta).

Mais informações sobre os programas destes e de outros cursos avançados cE3c e valor da inscrição disponíveis aqui

Webinar “Desbloqueadores de conversa para cientistas – Estratégias e suportes de comunicação de ciência com diferentes públicos-alvo”

O Departamento de Biologia da Universidade de Aveiro vai organizar no próximo dia 6 de Janeiro, pelas 21h, o Webinar “Desbloqueadores de conversa para cientistas – Estratégias e suportes de comunicação de ciência com diferentes públicos-alvo”. Este evento pretende explorar novas linguagens de comunicação de ciência que podem ser adoptadas pelos cientistas, funcionando como verdadeiros “desbloqueadores de conversa” com a sociedade.

Para mais informações aceda ao site aqui ou consulte o programa aqui.

Conferência Ciência, Pseudociência e Desinformação

O Seminário de Jovens Cientistas (SJC) da Academia das Ciências de Lisboa, em colaboração com o Instituto de Tecnologia Química e Biológica António Xavier, Universidade Nova de Lisboa (ITQB NOVA) e o Centro de Estudos Clássicos e Humanísticos, Universidade de Coimbra (CECH-UC) vai organizar a conferência Ciência, Pseudociência e Desinformação. O evento faz parte do ciclo Como Dialogar com quem não quer ouvir: para lá da polarização e da desinformação e irá ter lugar no dia 17 de Janeiro pelas 18h00 tendo como oradores Carlos Fiolhais e David Marçal.

Poderá consultar o programa aqui e fazer a sua inscrição aqui.

Mensagem de Natal

“Prendas no sapatinho” dos Biólogos Portugueses

A época natalícia propicia a avaliação e o balanço do trabalho realizado, mas também das expectativas para o novo ano que se avizinha.

Assim, é o momento mais oportuno para darmos conta de algum do trabalho que tem sido desenvolvido, e acima de tudo para reivindicarmos algumas das medidas pelas quais nos temos vindo a bater na dignificação e reconhecimento da profissão.

Na área da Saúde, cansados de esperar pela revisão da Carreira de Técnicos Superiores de Saúde, estagnada e dia-a-dia mais esvaziada de especialidades, os Biólogos especialistas em Biologia Humana e Saúde decidiram reivindicar a criação de uma carreira própria, que agregue os profissionais da área da Biologia a trabalhar nesta área – a carreira de Biólogo Clínico.

Foi já dado conhecimento desta exigência às entidades que tutelam a Saúde, e esperamos em 2022 contar com o apoio de todos Vós neste desiderato.

A dignificação da carreira, bem como a dignificação e reconhecimento dos nossos colegas que exercem funções na área técnica e científica nas diversas instituições ligadas à saúde, publicas e privadas – hospitais, centros de reprodução humana, laboratórios de análises clínicas, laboratórios de genética humana, centros de investigação, etc. – a par dos utentes e todos os cidadãos que dependem dos seus serviços, merecem o empenho de todos nós.

Na esfera ambiental, em 2022 iremos continuar a pugnar pela valorização dos Recursos Naturais e da Biodiversidade, como o único caminho para atingir os objetivos do desenvolvimento sustentável, das metas da descarbonização e do combate às alterações climáticas. Quem considera que o Clima é, por si só e em si mesmo, o desiderato da luta ambiental dos próximos anos, está verdadeira e irreparavelmente equivocado. Num país com as potencialidades e o capital natural como o que Portugal possui, não ter uma estratégia e uma visão de futuro que integre a conservação e a biodiversidade, é hipotecar o futuro de todos.

A Ordem dos Biólogos reclama, de há muito, uma Lei do Património Natural, que vincule e uniformize as políticas públicas (e os privados) nesta matéria, que coloque os recursos naturais, as áreas protegidas e classificadas e a biodiversidade no centro da agenda política e mediática. Que aproveite e potencie “este desígnio” nacional e trave a destruição de habitats e a perda de biodiversidade, no meio terrestre e marinho.

Também no domínio da educação iremos pugnar para que 2022 reabra a discussão sobre os curricula e os conteúdos programáticos. O Ensino da Biologia estagnou em Portugal, e deixou de acompanhar a evolução e o conhecimento científico nos mais variados domínios.

E assim, vai já longa a lista de prendas no sapatinho…

Mas a maior prenda de toda, nesta quadra, deverá ser mesmo PAZ e SAÙDE no sapato de cada um de vós!

O Conselho Diretivo da Ordem dos Biólogos