Noite das Bruxas

O Jardim Botânico da Ajuda vai, mais uma vez, organizar no dia 31 de Outubro a “Noite das Bruxas”. Será uma forma de conhecer as plantas por elas utilizadas e que hoje se reconhece propriedades medicinais.

Para mais informação vá para o site aqui

O Life MarPro apresenta a pardela-balear

Um dos principais objectivos para o projeto Life MarPro “Conservação das espécies marinhas protegidas em Portugal Continental” um dos  é reduzir os conflitos existentes entre a atividade piscatória e as aves e mamíferos marinhos.
A pardela-balear (Puffinus mauretanicus) é uma das aves marinhas mais ameaçadas da Europa, por ter uma população relativamente pequena, que enfrenta graves ameaças em terra (no arquipélago das Baleares onde nidifica) e no mar (onde passa grandes períodos, sendo a costa continental portuguesa uma das áreas mais importantes).

Este novo vídeo pretende alertar para a situação dramática que a espécie enfrenta

Qual é melhor: 8º ou 24º? Ambos!!!…

  

Ontem, dia de São Pedro, Pedro Roberto Lavia, Presidente do Conselho de Administração do Zomarine não poderia estar mais feliz. O Zoomarine, o parque que idealizou, construiu e gere desde 1991, foi distinguido como o 8º Melhor Parque Temático EUROPEU e o 24º Melhor Parque Temático MUNDIALEm ambos os casos, o Zoomarine é o único parque de Portugal a integrar o palmarés dos 25 melhores. (ver mais)

Fundo para a Conservação dos Oceanos

O Oceanário de Lisboa e a Fundação Oceano Azul criaram o Fundo para a Conservação dos Oceanos, um fundo de 100 mil euros para apoiar projetos científicos que contribuam para a conservação de espécies marinhas.

Sob o tema “Raias e tubarões. Da escuridão para a luz da ciência”, a 1ª Edição vai financiar os melhores projetos desenvolvidos a nível nacional ou internacional, que contribuam para a conservação destas espécies. Esta iniciativa procura consciencializar para a importância da conservação deste grupo de peixes, um dos mais ameaçados à escala global.

As candidaturas terminam a 14 de julho de 2017 e os projetos podem ter a duração máxima de três anos. O formulário de candidatura deve ser preenchido e enviado com os restantes elementos, em formato PDF, por correio eletrónico para conservacao@oceanario.pt.