Prémio Fluviário – Jovem Cientista do Ano.

O Fluviário de Mora, lançou no seu 3º Aniversário, a 21 de Março de 2010, em conjunto com o seu Núcleo de Investigação (NIFM), o Prémio Fluviário – Jovem Cientista do Ano.
Este prémio pretende distinguir um aluno (PhD, MSc, Lic.) que tenha publicado, como primeiro autor, um artigo (revista SCI), no ano a que se refere o concurso, na temática conservação e biodiversidade de recursos aquáticos continentais (Estuários e Rios).

As candidaturas decorrerão até 31 de Dezembro de 2017

Consulte o regulamento aqui

Prémio Pulido Valente Ciência

O Prémio Pulido Valente Ciência visa distinguir o melhor artigo publicado numa área das Ciências Biomédicas, que descreva os resultados da investigação realizada por um(a) investigador(a) com menos de 35 anos à data de apresentação da candidatura, numa instituição de I&D nacional.

Atribuído anualmente, o montante deste Prémio é de 10 mil euros, comparticipado pela Fundação Professor Francisco Pulido Valente e pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia, de acordo com o Protocolo estabelecido entre as duas instituições.

Na edição de 2017 a área temática escolhida é a da Patologia Cardiovascular – Investigação Básica, Translacional e Clínica. O concurso estará aberto de 1 de junho a 29 de setembro de 2017 (até às 17h).

Para mais informações consultar a página da FCT: http://www.fct.pt/apoios/premios/pulidovalente/

EDITAL | Regulamento

Fundo para a Conservação dos Oceanos

O Oceanário de Lisboa e a Fundação Oceano Azul criaram o Fundo para a Conservação dos Oceanos, um fundo de 100 mil euros para apoiar projetos científicos que contribuam para a conservação de espécies marinhas.

Sob o tema “Raias e tubarões. Da escuridão para a luz da ciência”, a 1ª Edição vai financiar os melhores projetos desenvolvidos a nível nacional ou internacional, que contribuam para a conservação destas espécies. Esta iniciativa procura consciencializar para a importância da conservação deste grupo de peixes, um dos mais ameaçados à escala global.

As candidaturas terminam a 14 de julho de 2017 e os projetos podem ter a duração máxima de três anos. O formulário de candidatura deve ser preenchido e enviado com os restantes elementos, em formato PDF, por correio eletrónico para conservacao@oceanario.pt.