Porquê não plantar árvores no Dia Mundial da Árvore

Quem o diz sabe do que fala…

POR FAVOR, NO DIA DA ÁRVORE NÃO PLANTEM ÁRVORES!Desde sempre apelamos para que, no DIA DA ÁRVORE – 21 de Março -, não…

Publicado por Nuno Gomes Oliveira em Domingo, 26 de Fevereiro de 2017

O perfil do aluno do século XXI está traçado

“Não há fórmulas únicas e perfeitas, mas a educação deve estar no centro do desenvolvimento da sociedade e as aprendizagens no centro do processo educativo”.

Mais informação em http://www.educare.pt/noticias/noticia/ver/?id=119823&langid=1

Convidam-se todos os interessados a participar no debate em torno deste documento, perfil_do_aluno, até ao dia 13 de março de 2017, enviando os seus contributos através do formulário eletrónico abaixo indicado.

Formulário para recolha de contributos: http://area.dge.mec.pt/perfil

ADVANCED COURSE: HOW TO WRITE A SCIENTIFIC PAPER (IN ONE DAY)?

The objective of the course is to give graduate students and postdocs an all-round knowledge on communicating science in a number of academic contexts. Although imperative for ‘survival’ in academia, these skills are usually not or only partly taught in university courses.

REGISTRATION

Registration deadline: March 15, 2017

All participants should submit an abstract of their most recent paper or project

Exposição “Reis da Europa Selvagem – os nossos últimos grandes carnívoros”

Venha conhecer o Lobo a partir de dia 2 de março na exposição “Reis da Europa Selvagem – os nossos últimos grandes carnívoros”, no Museu Nacional de História Natural e da Ciência.

Sabia que o lobo é muito mais familiar do que imaginamos?
Muitos de nós temos descendentes seus em nossas casas: os cães.

A domesticação decorreu ao longo de milhares de anos, culminando, após a selecção levada a cabo pelo Homem, nas mais de 350 raças caninas que hoje são reconhecidas. Talvez os lobos que deram origem a todos os nossos cães tenham sido adoptados como guardas; ou talvez tenham sido eles a adoptar os humanos, acompanhando-os em busca de alguns restos de comida. Certo é que um predador desde sempre temido e acossado
acabou por dar origem ao nosso melhor amigo.  

Foto: Taiga nature & photo

“Charcos com Vida” (15h)

Descrição/objectivos

O valor dos charcos é frequentemente desconhecido pela população em geral, mas na verdade apresentam uma importância ecológica e ambiental notável, uma vez que muitas plantas aquáticas e animais (como anfíbios, macro e micro-invertebrados) estão totalmente dependentes destes habitats para sobreviver ou reproduzir-se. Alguns estudos mostram que o conjunto de charcos de uma bacia hidrográfica pode inclusivamente albergar mais biodiversidade do que os rios e os lagos, bem como um maior número de espécies raras e ameaçadas. Os charcos, dada a sua reduzida dimensão e facilidade de construção e visitação em contexto urbano, são também importantes recursos educativos, pois permitem a realização de numerosas atividades de carácter lúdico-científico.

Local:
Sessões teóricas: Quinta Pedagógica de Braga, Caminho dos Quatro Caminhos, Real, 4700-288 Braga
Sessões práticas:  Urbanização das Andorinhas, 4700-359 Braga

Programa
29 de abril – Manhã
09h30 –Tipologias, importância e biodiversidade dos Charcos; Apresentação da Campanha Charcos com Vida; Inventariação e caracterização de charcos; Caracterização e inventário biológico de charcos;  Atividades pedagógicas de sala; Abordagens, normas e metodologias para a visita a um charco – 3h00
12h30 – Pausa para almoço

Tarde
14h00 – Atividades pedagógicas de  sala e campo – 2h00
17h00 – Observação e identificação do material biológico recolhido – 1h00

13 de maio – Manhã
09h30 – Técnicas e materiais para criação de charcos – 1 hora
10h30 – Planeamento e desenho de um charco – 1 hora
11h30 – Gestão de charcos – 1 hora
12h30 – Pausa para almoço

Tarde
14h00 – Construção e impermeabilização de um charco – 4 horas

Noite (opcional)
18h00: Pausa para jantar
20h00: Saída de campo nocturna para observação de anfíbios. A participação nesta atividade é opcional e gratuita . Recomenda-se o uso de lanterna frontal, galochas e agasalho impermeável.

Aceda aqui à Ficha de Inscrição

Concurso Jovens Cientistas 2017

Até 21 de abril, estão abertas as candidaturas para a 25ª edição do Concurso para Jovens Cientistas. Para os melhores projetos há mais de 5.000€ em prémios e a oportunidade de participarem em certames internacionais com os trabalhos das mais variadas áreas de estudo: Biologia, Ciências da Terra, Ciências do Ambiente, Ciências Médicas, Ciências Sociais, Economia, Engenharias, Física, Informática/Ciências da Computação, Matemática, Química e Bioeconomia.

A participação no 25º Concurso para Jovens Cientistas destina-se a estudantes do ensino básico, secundário ou primeiro ano do ensino superior, com idades compreendidas entre os 15 e os 20 anos. Os jovens devem apresentar um projeto científico inovador que tenha sido concluído antes da entrada no ensino superior.

Esta edição é organizada pela Fundação da Juventude, em colaboração com a Ciência Viva – Agência Nacional para a Cultura Cientifica e Tecnológica. Este concurso tem como objetivos promover ideais de cooperação e intercâmbio entre jovens cientistas e investigadores, estimulando o aparecimento de jovens talentos nas áreas da Ciência, Tecnologia, Investigação e Inovação.

A avaliação e a seleção dos trabalhos cabe a um Júri designado pela Ciência Viva – Agência Nacional para Cultura Científica e Tecnológica, o qual integra professores e investigadores de reconhecido mérito das diferentes áreas científicas envolvidas, para além de representantes da Fundação da Juventude, da Ciência Viva e da Agência Portuguesa do Ambiente.

Promovido pela Fundação da Juventude com o apoio da Fundação EDP, Câmara Municipal do Porto, Fundação Luso-Americana de Desenvolvimento, Astrazeneca, Porto Editora, Lipor, Agência Portuguesa do Ambiente e Intel, o Concurso pretende incentivar um espírito competitivo nos jovens, através da realização de projetos científicos inovadores.

A submissão de trabalhos deve ser feita até 21 de Abril através do formulário disponível em www.fjuventude.pt/jcientistas2017, sendo divulgado durante o mês de maio, no website do concurso, os projetos selecionados que vão estar presentes na 11ª Mostra de Ciência, que irá decorrer de 1 a 3 de junho de 2017, no Centro de Congressos da Alfândega, no Porto.